21/02/2017 • Eduardo Falcão • Materias

Hoje vamos falar um pouco sobre as estradas que fazem parte do nosso roteiro. Vamos seguir de Roma até Paris, passando por Assis, Florença, Pádua, Veneza e Cortina d’Ampezzo na Itália, passaremos por Innsbruck, a capital do Tirol. Sairemos pelo Túnel de Arlberg (sob o Monte de São Cristóvão) e por Feldkirch para chegada ao Principado do Liechtenstein e pararemos na sua capital, Vaduz, seguindo para Zurique, Lucerna e Bruxelas na Suíça.

Saindo da Suíça e vamos entrar na França através das regiões da Alsácia e Lorena, passando junto da cidade de Strasbourg, sede do Parlamento Europeu. Em seguida seguiremos para a Bélgica e prosseguimento até Bruxelas, sede de várias instituições européias e internacionais. Em seguida iremos até a cidade de Bruges, na Bélgica e enfim chegaremos a Paris, a bela capital Francesa.

O que vimos até agora de interessante? Todas as estradas que pegamos até o momento estão em bom ou ótimo estado de conservação. Muito bem sinalizadas, área de serviço para paradas, abastecimento, descanso de motoristas, sempre com uma boa estrutura de lojas de conveniência e restaurantes. A maior parte das estradas tem duas ou três vias de rolagem, onde os motoristas respeitam as faixas de velocidade, usando a faixa da esquerda apenas para ultrapassagens.

Bem diferente do que vemos nas nossas estradas onde os motoristas mais lentos fazem questão que trafegar pela faixa da esquerda, obrigando ao condutores a efetuarem ultrapassagens pela direita, e assim cometendo infrações.

A distância entre as duas cidades é de aproximadamente 1.426 km, se fosse feito direto o percurso seria feito em pouco mais de 13 horas por conta das boas estradas.

Mas tudo isso tem um preço, e é bastante alto por sinal, todas as estradas são operadas por empresas privadas, e a cada parada deixa-se em média € 15,00 (R$ 52,50). Os valores corretos de cada percurso podem ser vistos na página da operadora Telepass ou para ter um valor aproximado pode clicar aqui.

 

18/02/2017 • Eduardo Falcão • Materias

Estamos passeando pela Europa, conhecendo novas culturas e aproveitamos para voltar a escrever um pouco mais no nosso blog, como fazíamos antigamente. A primeira parada foi em Roma, a capital da Itália, que é uma das cidades de maior importância na história automobilística e de onde saíram a Alfa Romeo, Ferrari, Fiat, Iveco, Lamborghini, Lancia entre outros.

Algumas coisas me chamaram bastante a atenção aqui em Roma. Começa com a desordem no trânsito, motoristas não tem muito respeito a faixa de pedestres, várias motos andando por cima de calçadas e carros estacionados em todo canto, porém não vi nenhum acidente. A idade da frota local é bastante heterogênea com carros de todas as idades, muitos carros novos e muitos carros da década de 1990 e 2000. Outro ponto bastante interessante é o “tamanho” dos carros, enquanto no Brasil usa-se a política do “quando maior melhor”, aqui faz-se exatamente o contrário: a maior parte da frota é composta por carros compactos como o Fiat 500, Smart for Two, Toyota Aygo e vários outros que não consegui identificar. As scooters, ou motonetas, também se destacam na paisagem com seus grandes para-brisas e são pilotadas por gente de toda idade.

Para quem gosta de carros antigos, encontramos hoje dois que chamaram bastante nossa atenção, um Fusca (que eu acredito que seja o modelo 1303) em muito bom estado, e também um Fiat 500 modelo antigo que faz parte do Fiat 500 Club Roma devidamente identificado com adesivos.

Ah, quem acha que nossa gasolina é a mais cara do mundo, encontramos o combustível aqui sendo comercializado a módicos € 1,50, que convertidos pelo câmbio de hoje sai por quase R$ 4,94 o litro. Amanhã seguiremos com o nosso tour e publicaremos outras matérias, agora nos despedimos com alguns registros interessantes de hoje.

20/01/2017 • Eduardo Falcão • Crie seu Carro

o Dia Nacional do Fusca ocorre todo dia 20 de janeiro e em vários centros urbanos é comemorado com eventos, desfiles e festas por amantes e colecionadores do simpático modelo.

Em Recife o evento será comemorado com um passeio que reunirá muito carro bonito que sairá do 3º Jardim de Boa Viagem e seguirá para o Recife Antigo. A concentração começará a partir das 19 horas e a saída será as 20 horas e está sendo organizado pelo Grupo Revolks e Amigos.

Apesar do homenageado ser o nosso Fusca, o passeio também terá carros de outros modelos, então não deixe de ir, tire seu antigo da garagem e venha acompanhar.

08/01/2017 • Eduardo Falcão • Encontros

Sábado foi dia de estrada, os Cangaceiros marcaram um encontro na cidade de Carpina e todos nós fomos pra lá. Seguimos em comboio pela BR-232, seguindo pela BR-408 e passando pelas cidades de São Lourenço da Mata e Paudalho até chegar no local.

  

1 2 3 4 »